[Resenha] Tequila Vermelha – Rick Riordan

Edição: 1
Editora: Record
ISBN: 978-85-01-09155-0
Ano: 2011
Páginas: 432
Tradutor: Gustavo Mesquita
Gênero: Romance americano
Título original: Big Red Tequila

Sinopse: Jackson ‘Tres’ Navarre retorna para sua cidade natal dez anos após o assassinato de seu pai. Porém, o caminho para as respostas em San Antonio, Texas, é bem mais difícil do que se pensava. Encontros com a máfia, jogos políticos, corrupção e dramas familiares tentarão desviar Tres da verdade ou matá-lo, o que acontecer primeiro.

Pois bem, nem sei por onde começar realmente. Se começo falando minhas frustrações ou se começo falando que a história é boa, mas…
Então vamos falar do autor. Vocês provavelmente conhecem Rick Riordan, autor da série Percy Jackson, certo? Esse foi um dos motivos para eu comprar esse livro, mas já vou logo avisando, ele é muito diferente.
Não era um livro que eu queria ler, comprei porque como todo mundo sabe – e acredito que muita gente comprou pelo mesmo motivo – ele estava por apenas R$ 9,90 na Livraria Saraiva.
Comecei a ler quando fui viajar e embalei na história, adorava os detalhes sobre o Texas, sobre Tai Chi e sobre várias curiosidades contadas no desenrolar da história. Com o tempo, as mesmas coisas que adorei no começo da leitura começaram a pesar, já não aguentava mais e a história não acabava. Foi um sentimento recíproco a partir da metade do livro: ele me enrolava e eu o enrolava. Eu olhava para ele pensando em continuar a leitura e ele olhava para mim e falava que podia deixar para mais tarde. E assim demorei exatos 14 dias. Só para aumentar a crítica, fui viajar e resolvi pegar outro para me acompanhar na viagem, ou seja, deixei a Tequila de lado. Quem diria… haha
Acredito que os homens vão gostar mais da história, o livro tem um quê romântico, mas não gostei do final, não mesmo. Mas posso falar que o personagem principal Jackson Tres Navarre é o sonho de consumo de toda a mulher: personalidade firme, determinado, machão e por aí vai. haha
A história começa quando Tres volta para San Antonio, sua cidade natal no Texas. Longe durante dez anos, agora ele está determinado a descobrir sobre o assassinato do seu pai. Motivo pelo qual o fez fugir. Ele se vê mexendo em um vespeiro, mas nada o faz desistir. Sua namorada é sequestrada e o tempo para salvá-la parece curto. Nessa investigação, pessoas, fatos e objetos são vistos com um outro ponto de vista por Tres. Pessoas podem sim ser falsas, fatos isolados podem sim fazer sentido e objetos podem carregar outros valiosos. Uma história que nos mostra que nem sempre os vilões são realmente vilões. Nos vemos envolvidos com a política, com a lei, com os assassinos e com a máfia. Tres sempre estará presente.
Uma dica: se você for se aventurar nesta leitura preste bem atenção nos nomes, eles são muito parecidos e eu me confundi bastante até me situar novamente. haha
São quatro livros que Tres Navarre protagoniza, este é o primeiro e vencedor dos prêmios Shamus e Anthony.
Beijos, espero que tenham gostado da minha opinião. E aí vão arriscar?
Cotação:
Anúncios

3 comentários sobre “[Resenha] Tequila Vermelha – Rick Riordan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s