[Resenha] Pollyanna – Eleanor H. Porter

Edição: 2
Editora: Nacional
ISBN: 8504009653
Ano: 2005
Páginas: 183
Tradutor: Monteiro Lobato
Gênero: Literatura Infanto-juvenil
Título Original: Pollyanna
Onde Comprar: Saraiva

Sinopse: A pequena Beldingsville, uma típica cidadezinha do início do século XX na Nova Inglaterra, Estados Unidos, nunca mais seria a mesma depois da chegada de Pollyanna, uma órfã de 11 anos que vai morar com a tia, a irascível e angustiada Polly Harrington. Por influência da menina, de uma hora para outra tudo começa a mudar no lugar. Tia Polly aos poucos torna-se uma pessoa melhor, mais amável, e o mesmo acontece com praticamente todos os que conhecem a garota e seu incrível “Jogo do Contente”. Uma otimista incurável, Pollyana não aceita desculpas para a infelicidade e emprenha-se de corpo e alma em ensinar às pessoas o caminho de superar a tristeza. 
 
Olá pessoas!
Para minha primeira participação no blog eu escolhi um livro muito especial e vou começar contando um pouquinho da minha relação com a obra. Com vocês, Pollyanna!
Quando eu era pequena e todas as minhas amiguinhas da escola eram fãs do Pequeno Príncipe, minha mãe contou a história de um livro que leu quando era jovem e eu lembro de ter ficado muito curiosa sobre o tal “Jogo do Contente“. Procuramos em muitas livrarias e bibliotecas, mas como era um livro muito antigo, não encontramos em lugar nenhum. Comentamos sobre a procura com os funcionários do escritório dela e um deles disse que tinha esse livro em casa.
No dia seguinte ele me emprestou e eu fiquei viciada na história.
Lembro de ter lido Pollyanna tantas vezes que a capa do livro caiu e eu não queria mais devolver pro dono! Alguns anos depois, em 2007, minha escola foi à Bienal do Livro no Rio e passeando por aqueles corredores infinitos olhei para o lado e lá estava ela. Linda, loirinha e com uma capa totalmente nova, Pollyanna me olhava quase gritando “Me leva pra casa!” Lógico que eu não pensei duas vezes, né? Aproveitei e descobri  que o livro tinha uma continuação (Pollyanna Moça) e levei também!
Desse dia em diante já perdi a conta de quantas vezes li e para quantas pessoas emprestei minha Pollyanna. E esse é o nosso caso de amor *-*

Agora vamos ao que interessa?
A história é bem simples e voltada para um público mais infanto-juvenil, mas eu aposto que pessoas de todas as idades adoram!
Como já foi explicado na sinopse, a pequena Pollyanna fica órfã e vai morar na casa da Tia Polly, uma senhora bem irritada e que se incomoda com o barulho de portas batendo ou moscas voando pela casa.
Pollyanna começa a história explicando o tal “Jogo do Contente” para a criada Nancy, que se torna sua companhia na mansão da tia, e durante toda a história a menina conquista outros personagens com seu jogo.
Enquanto, no desenrolar das páginas, Pollyanna é a alegria em forma de menina e passa todo o tempo encantando as pessoas, conhecemos também um romance misterioso da Tia Polly e descobrimos o motivo de seu “bico” constante.
Então é isso.
Espero que tenham gostado da minha participação e que também se apaixonem por Pollyanna!
Beijos ;*

Cotação:


 

Anúncios

7 comentários sobre “[Resenha] Pollyanna – Eleanor H. Porter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s