O Natal de Poirot – Agatha Christie

Aproveitando que o natal está chegando… :)

Ano: 2009

Páginas: 223

Categoria: Ficção Inglesa

Tradução de: Hercule Poirot’s Christmas


Minha Avaliação: 5 (Ótimo!)

Avaliação no Skoob: 4.1 (em 22/12/13)

Os livros da Agatha Christie sempre me impressionam. É aquele tipo de suspense policial que eu leio e releio os mínimos detalhes para conseguir descobrir de antemão quem é o assassino da vez, porém eu já percebi que é impossível fazer isso com os livros dela. De todos os livros que eu já li – leia-se três – eu tentei e me dei mal, pois quando vai chegando o final desvenda-se outros fatos, e surgem outras dicas, que mudam o rumo da investigação totalmente. Ou seja, não espere saber quem é o culpado antes da hora! rs

Ressalto que eu adoro fazer isso, e apesar de ter reparado essa característica em suas narrativas, não consigo não apontar o possível culpado antes da hora. O que me faz errar na maioria das vezes. Nessa leitura levantei todas as suspeitas, e esperei o desenrolar até descobrir que uma delas bateu completamente. Mas também né? Com tantas histórias possíveis que inventei na minha cabeça, pelo menos uma tinha que ser! rs
O Natal de Poirot vai desvendar o assassinato mais sangrento de todos, escrito especialmente para o cunhado da Agatha, que dizia que suas histórias eram refinadas e anêmicas demais.
Simeon Lee é um idoso que decide juntar toda a sua problemática família para o natal, e apesar de todos terem suas diferenças, aceitam o convite. Porém, na véspera, o velho é morto em seu quarto. A princípio todos são suspeitos, e o coronel Johnson, e o superintendente de polícia Sugden, são encarregados de averiguar o caso. O detetive Hercule Poirot, passava o natal na cidade, e após saber do ocorrido, se junta aos dois para, como sempre, solucionar o mistério.
Entenda o caso: Simeon Lee era milionário, e teve vários filhos com sua falecida companheira. Ele sempre foi infiel, e sabia que poderia ter muitos filhos prodígios no mundo. Nunca se arrependeu do seu passado, pelo contrário, se orgulhava da ideia de ter melhores herdeiros por aí, algum que poderia ter puxado suas melhores qualidades, já que os filhos legítimos de seu casamento são uma lástima para ele. Com todos na casa para comemorar o natal, Simeon decidiu mudar o testamento repentinamente, e seus filhos ficaram a par disso. Sua última descoberta foi que seus diamantes brutos, guardados em seu cofre por tantos anos foram roubados.
Nessa história, as maiores dificuldades serão: depoimentos fracos (muitas vezes mudados, e com fatos omitidos); e detalhes deixados de lado (julgados sem importância).
Se vale a pena ler mais um dos 80 romances policiais da Agatha Christie? Sim, e se vale! Esse realmente não traz uma morte anêmica!!

Inspire-se

Produtos / Marcas: Vinho branco do Reno ou Tinto de Bordeus / Xícara de café antiga de Worcester.

Livros: Jack, O Gigante Assassino (Na verdade, João e o Pé de Feijão – Adaptado para o cinema esse ano) /  Otelo, o Mouro de Veneza (Desdemona – Iago – Marat – Mercucio) / Velho Testamento (Joel e Judite)

Filmes: Amor na Antiga Sevilha 

Músicas / Músicos: Cancões sem Palavras, de Mendelssohn / Mozart / Tosca / Marcha Fúnebre 

Para saber mais sobre os itens acima, clique nos nomes.
Para ouvir as músicas no perfil do blog no Grooveshark clique aqui.

Acho que o presente é o que importa, não o passado! O passado tem que sumir. Se tentarmos manter vivo o passado, acabamos, penso eu, por distorcê-lo. Nós o vemos de maneira exagerada… é uma perspectiva falsa. (p.30-31)

Existe uma espécie de fraqueza… de submissão… que faz com que um homem revele o que tem de pior, ao passo que o mesmo homem, enfrentado com espírito de determinação, poderia ser uma criatura diferente! (p.31)

Numa conversa, as coisas surgem! Se um ser humano fala muito, é impossível evitar a verdade! (p.125)

As pessoas mais calmas e meigas são, em geral, capazes das mais súbitas e inesperadas violências. Por uma simples razão: quando perdem o controle, perdem-no completamente! (p.208-209)

Anúncios

13 comentários sobre “O Natal de Poirot – Agatha Christie

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s