Capitães da Areia – Jorge Amado

Capitães da Areia é um clássico nacional, escrito por um dos poucos escritores brasileiros que conseguiram viver somente com o que ganhavam da literatura: Jorge Amado. Não é difícil entender porque… A escolha do tema impressiona até hoje: é ainda tão comum. Conta a vida de crianças de rua que roubam para sobreviver. Levanta a questão se isso é perdoável ou não, porém quem decide é você, ele não vai te dar uma resposta, afinal. 
Pedro Bala é o chefe da turma, e eles vivem em um trapiche abandonado nas piores condições, escondido de todos, principalmente das autoridades. A história se passa na Bahia, em Salvador, bem na época em que a varíola “desapareceu” com várias famílias. O livro demonstra que apesar de tudo, eles conseguem ser fiéis ao grupo e que o coletivo está acima do pessoal. Conhecemos o Gato, Sem-pernas, Professor, entre outros, cada um com sua personalidade diferenciada.
O grupo sempre foi de homens, até que dois integrantes encontram Dora e seu irmão de 6 anos perdidos na rua sem saber para onde ir. Eles perderam seus pais para a doença, e todos os conhecidos que poderiam os ajudar viraram as costas com medo de pegarem a doença também, ficando sozinhos no mundo até então. Claro que uma única garota no grupo daria confusão, mas isso não é o principal, e Dora acaba sendo para eles a melhor pessoa que poderiam conhecer. 
No desenrolar da história aparecem pessoas para hostilizar o grupo, para ajudar, e para ignorar; e isso faz com que o leitor pense bastante por horas, se coloque no lugar dessas crianças, e claro, raciocine antes de julgar. É um livro para o leitor revisar seus ideais, e eu bato palmas para o Jorge Amado. Dá para acreditar que ele escreveu esse livro com apenas 24 anos? :O
Eu demorei muito para conseguir terminar esse livro, confesso. Ficava procrastinando a leitura e isso só piorava. Quando eu lia me prendia, mas logo já estava pensando em quando eu terminaria. Ou seja, acredito que o tema é perfeito, a escrita é ótima, mas eu acabei me sentindo um pouco incomodada ao sentir na pele todas aquelas sensações, e hoje posso dizer que foi a melhor coisa que poderia ter feito, mas é tão ruim perceber que apesar de existir serviços públicos específicos, esses são piores para eles do que a própria liberdade decadente das ruas.

Inspire-se

Livro / Autor: O Homem Delinqüente – Cesare Lombroso

            Para saber mais sobre o item acima, clique no nome.

Os homens assim são os que têm uma estrela no lugar do coração. E quando morrem o coração fica no céu. 

A liberdade é como o sol. É o bem maior do mundo.

Porque a revolução é uma pátria e uma família.

Dica

Vamos jogar com os personagens do livro?
No site jogoscapitaesdaareia.com.br você encontra sete jogos online para conhecer ainda mais desses personagens. Capitães da Areia é leitura obrigatória para o vestibular, então estude se divertindo!! :)

P.S: sem fotos do livro porque a minha edição é velhinha, coitada, é de 1989.

Anúncios

3 comentários sobre “Capitães da Areia – Jorge Amado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s