Diário de Viagem: Santiago – Chile

Oi pessoal, como estão? Há um tempo, mas precisamente no mês de fevereiro, fiz uma viagem com a família do meu noivo para o Chile e decidi contar à vocês como foi tudo!

1º Dia

Acordamos por volta das 4h da manhã, nos aprontamos e fomos direto para o aeroporto. Fizemos o check-in, despachamos as malas e aguardamos para pegar o avião.

A viagem durou por volta de umas 4:30h. Eu tentei dormir, mas não deu muito certo. O assento era bastante desconfortável. O café da manhã do avião até que estava bom, pois comi bem e fiquei sem fome durante bastante tempo, degustamos um sanduíche de peito de peru e bebemos suco.

Aterrissamos no Chile, ficamos uns 30 minutos para poder desembarcar. Pegamos um ônibus do próprio aeroporto. Passamos pela imigração (eu fui sozinha, pois tem que ir por família, mas até que me dei bem e deu tudo certo) e recebi carimbo de mais um país no meu passaporte. Estou muito contente por isso!! Quem nunca sonhou em ter o passaporte todo carimbado, não é mesmo? haha Pegamos uma van que nos deixou em frente ao hotel.

Na verdade, não era um hotel. Alugamos um apartamento pelo site da Airbnb e foi surpreendentemente tranquilo. Você escolhe o que mais lhe convém, conversa com o proprietário e aluga! Simples e rápido!

Depois de nos instalarmos direitinho no apartamento, eu e minha cunhada fomos até a rodoviária comprar as passagens para a cidade de Pucón, que fica ao sul do país. Fomos de metrô. Até que para duas mulheres sozinhas nós achamos o lugar e deu tudo certo. Almoçamos por lá mesmo e o prato especial foi coxa de frango com batatas fritas, bem típico do Chile. Pegamos o metrô de volta e passamos numa loja chamada Paris, que é como se fosse uma C&A para nós Brasileiros. Não achei nada demais por lá. Passamos em algumas farmácias, vimos algumas coisas para comprar como shampoo, condicionador e entre outras coisas de higiene pessoal.

De volta ao apartamento ficamos pensando no que fazer e decidimos ir no mercado, compramos o que faltava, como água e algumas coisas para o café da manhã. Depois fomos andar um pouquinho no centro de Santiago. Passeamos pela Praça de La Moneda, que é onde fica a sede do governo.

Tiramos algumas fotos com o celular mesmo porque fiquei com um pé atrás de levar a máquina e me roubarem, pois nos haviam dito que ali no centro é bem perigoso, principalmente para turistas.

No Chile, anoitece muito tarde, por volta das 21h. Quando me dei conta já eram umas 22h e eu achando que ainda eram umas 19h. Imagina minha cara de choque quando descobri que o sol tinha acabado de se pôr no horizonte e eu já tinha que ir dormir. Haha

11001778_612294688901053_6822630743730503887_n

2015-02-03 20.58.30

2015-02-03 20.57.52

10996150_612294788901043_4235890134824835373_n
2º Dia

Acordamos por volta das 11h e percebi que estava faltando pouco tempo para fazer o checkout. Tomei café da manhã, comi pão com manteiga de amendoim. Uma delícia! Adoro manteiga de amendoim!

Nos arrumamos e fomos fazer um mini tour. O primeiro lugar que fomos foi a maravilhosa Catedral Metropolitana de Santiago. Localiza-se na Plaza de Armas de Santiago e é considerada um dos Monumentos Nacionais do Chile. É bonita e bem conservada, a primeira coisa que reparei e fiquei maravilhada foi o teto, pois é composto por pinturas incríveis e bem estruturadas. Quando entramos na igreja, estava tendo missa e o padre rezou em espanhol, fiquei emocionada, senti uma paz impressionante.

Depois demos umas voltinhas na Praça de Las Armas, tiramos algumas fotos e um cara parou e falou com a gente e disse que existia um restaurante brasileiro em alguma galeria, que se chama Brazuca. Rodamos algumas vezes procurando e até que achamos. A comida era muito saborosa e a dona era bem simpática e nasceu em São Paulo. Comi feijão e ovo frito!! Sai de lá bem satisfeita.

Depois andamos mais um pouco até chegar no Cerro Santa Lucía. O lugar é de tirar o fôlego completamente. Subimos umas (muitas!) escadas, mas digo que vale a pena subir cada degrau, pois você consegue ter uma vista panorâmica da cidade. É uma mistura de antiguidade e modernidade que fica muito bonito vendo de cima. Tiramos várias fotos para registrar esse momento maravilhoso!

Continuamos o passeio e fomos numa loja chamada Ripley que é tipo uma Macy’s americana. Lá comprei um short jeans que estava precisando, custou 6.000 pesos que é em torno de R$20. Não achei caro não.

Comemos num lugar que vende um hambúrguer muito do bom e um maravilhoso suco de framboesa, mas não me lembro o nome.

Pegamos o metrô direto pra rodoviária. Leva em torno de 10 horas para chegar na cidade de Pucón. O ônibus da linha Tur-Bus é bem confortável e tem de várias alternativas de assento, como o Clássico, Semicama, Cama e Premium e cada um conta com um preço e conforto diferente.

Vou ser sincera, em Santiago é tudo muito sem graça! Parece muito com o centro da cidade do Rio de Janeiro. Não é um lugar que eu voltaria e nem recomendaria para ninguém. Não é aquele tipo de lugar que você anda e se sente segura e bem.

Beijos e até próximo post!

IMG_2545

IMG_2537

IMG_2560

IMG_2568

IMG_2578

IMG_2657

IMG_2640

IMG_2694

IMG_2697

IMG_2705

IMG_2715

IMG_2767

IMG_2756

IMG_2823

IMG_2829

IMG_2828

IMG_2843

Postado Por Dany Rocha Blog Leitora na Moda

Anúncios

Um comentário sobre “Diário de Viagem: Santiago – Chile

  1. Pingback: Diário de Viagem: Pucón – Chile | Leitora na moda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s