15 livros inspiradores escritos por mulheres

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, fiz uma seleção de 15 livros inspiradores escritos por mulheres. Alguns eu já li, outros quero muito ler. Tem de tudo, biografia, relatos, finanças, ficção… Vamos conferir?


 

livro sejamos todos feministas blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresSejamos todos feministas, por Chimamanda Ngozi Adichie: O que significa ser feminista no século XXI? Por que o feminismo é essencial para libertar homens e mulheres? Eis as questões que estão no cerne de Sejamos todos feministas, ensaio da premiada autora de Americanah e Meio sol amarelo.”A questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente.”Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente da primeira vez em que a chamaram de feminista. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: Você apoia o terrorismo!. Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e em resposta àqueles que lhe diziam que feministas são infelizes porque nunca se casaram, que são anti-africanas, que odeiam homens e maquiagem começou a se intitular uma feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens.Neste ensaio agudo, sagaz e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para pensar o que ainda precisa ser feito de modo que as meninas não anulem mais sua personalidade para ser como esperam que sejam, e os meninos se sintam livres para crescer sem ter que se enquadrar nos estereótipos de masculinidade. Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé.

 

eu sou malala blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresEu sou Malala, por Malala Yousafzai: Quando o Talibã tomou controle do vale do Swat, uma menina levantou a voz. Malala Yousafzai recusou-se a permanecer em silêncio e lutou pelo seu direito à educação. Mas em 9 de outubro de 2012, uma terça-feira, ela quase pagou o preço com a vida. Malala foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. Mas a recuperação milagrosa de Malala a levou em uma viagem extraordinária de um vale remoto no norte do Paquistão para as salas das Nações Unidas em Nova York. Aos dezesseis anos, ela se tornou um símbolo global de protesto pacífico e a candidata mais jovem da história a receber o Prêmio Nobel da Paz. Eu sou Malala é a história de uma família exilada pelo terrorismo global, da luta pelo direito à educação feminina e dos obstáculos à valorização da mulher em uma sociedade que valoriza filhos homens. O livro acompanha a infância da garota no Paquistão, os primeiros anos de vida escolar, as asperezas da vida numa região marcada pela desigualdade social, as belezas do deserto e as trevas da vida sob o Talibã. Escrito em parceria com a jornalista britânica Christina Lamb, este livro é uma janela para a singularidade poderosa de uma menina cheia de brio e talento, mas também para um universo religioso e cultural cheio de interdições e particularidades, muitas vezes incompreendido pelo Ocidente. “Sentar numa cadeira, ler meus livros rodeada pelos meus amigos é um direito meu”, ela diz numa das últimas passagens do livro. A história de Malala renova a crença na capacidade de uma pessoa de inspirar e modificar o mundo.

 

livro livre blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresLivre, por Cheryl Strayed: Aos 22 anos, Cheryl Strayed achou que tivesse perdido tudo. Após a repentina morte da mãe, a família se distanciou e seu casamento desmoronou. Quatro anos depois, aos 26 anos, sem nada a perder, tomou a decisão mais impulsiva da vida: caminhar 1.770 quilômetros da Pacific Crest Trail (PCT) – trilha que atravessa a costa oeste dos Estados Unidos, do deserto de Mojave, através da Califórnia e do Oregon, em direção ao estado de Washington – sem qualquer companhia. Cheryl não tinha experiência em caminhadas de longa distância e a trilha era bem mais que uma linha num mapa. Em sua caminhada solitária, ela se deparou com ursos, cascavéis e pumas ferozes e sofreu todo tipo de privação. Em Livre, a autora conta como enfrentou, além da exaustão, do frio, do calor, da monotonia, da dor, da sede e da fome, outros fantasmas que a assombravam. “Todo processo de transformação pessoal depende de entrega e aceitação”, afirma. Seu relato captura a agonia, tanto física quanto mental, de sua incrível jornada; como a enlouqueceu e a assustou e como, principalmente, a fortaleceu. O livro traz uma história de sobrevivência e redenção: um retrato pungente do que a vida tem de pior e, acima de tudo, de melhor. “Minha caminhada solitária de três meses pela costa oeste teve muitos começos. Houve a primeira decisão repentina de fazê-la, seguida pela segunda resolução, mais séria, de realmente realizá-la e então o longo terceiro começo, composto de semanas de compras, empacotamento e preparação. Mas, na realidade, minha caminhada começou antes de eu sequer imaginar empreendê-la, mais precisamente quatro anos, sete meses e três dias antes, quando estava em um pequeno quarto da Clínica Mayo, em Rochester, Minnesota, e soube que minha mãe ia morrer”, escreve a autora. Bobbie, a mãe de Cheryl, era uma saudável vegetariana não fumante, que morreu aos 45 anos, exatos 49 dias depois do diagnóstico de câncer de pulmão. “Sempre soube que minha mãe havia partido muito jovem. Mas só agora, aos 44 anos, prestes a completar a mesma idade, é que me dou conta do quanto ela era jovem”, diz a autora. Seu pai era um homem violento, que saiu de casa abandonando a mulher com os três filhos, quando Cheryl tinha apenas seis anos, a irmã Karen, nove, e o irmão Leif, dois. “Nosso pai nos maltratava, era tirânico. Minha mãe era ‘minha heroína’, mas eu estava determinada a não seguir seu exemplo.”, conta a autora, atualmente mãe de dois filhos e feliz em seu segundo casamento. O contato de Cheryl com a vida selvagem tem antecedentes. Ao completar 10 anos, sua mãe casou-se com Eddie, um carpinteiro trabalhador e amável, que levou sua família para morar numa casa rústica de madeira de sucata, construída por ele num pequeno lote de 40 hectares de terra na área rural de Minnesota. Não havia eletricidade, água corrente, telefone nem banheiro interno – nada, entretanto, que se comparasse ao que enfrentou na caminhada solitária em que se deparou entre ursos, cascavéis e pumas ferozes, sofrendo todo tipo de privação. Como se não bastassem a exaustão, o frio, o calor, a monotonia, a dor, a sede e a fome, Cheryl tinha ainda que enfrentar outros fantasmas que a assombravam. “Todo processo de transformação pessoal depende de entrega e aceitação”, afirma. “Minha mãe rejeitava a religião católica e não fomos criados sob nenhuma doutrina. Saí nessa experiência em busca de uma definição de Deus que explicasse a minha perda. Eu não sabia o quanto as duas coisas eram conectadas”, explica. Hoje, a caminhada na PCT é uma peregrinação anual. A cada ano, Cheryl refaz uma parte da trilha com o marido Brian e seus filhos. “As crianças adoram. Brincam dizendo que vão fazer ‘aquela coisa da mamãe’.” “Meu principal desejo para meus filhos é o mesmo que minha mãe desejava para nós: que se sintam amados e sejam pessoas boas. A bondade é a mais importante das virtudes”, acredita Cheryl, que traça um retrato pungente do que a vida tem de melhor e pior. “Este livro é sobre como suportar o que não podemos suportar”, resume.

 

livro comer rezar e amar e comprometida blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresComer, rezar, amar & Comprometida, por Elizabeth Gilbert: Em torno dos 30 anos, Elizabeth Gilbert enfrentou uma crise da meia-idade precoce. Tinha tudo que uma americana instruída e ambiciosa teoricamente poderia querer – um marido, uma casa, um projeto a dois de ter filhos e uma carreira de sucesso. Mas em vez de sentir-se feliz e realizada, foi tomada pelo pânico, pela tristeza e pela confusão. Enfrentou um divórcio, uma depressão debilitante e outro amor fracassado, até que se viu tomada por um sentimento de liberdade que ainda não conhecia. Foi quando tomou uma decisão radical – livrou-se de todos os bens materiais, demitiu-se do emprego, e partiu para uma viagem de um ano pelo mundo – sozinha. A história de Comprometida começa 18 meses depois do fim do livro anterior, crônica sobre o ano em que a autora enfrentou um divórcio, uma depressão debilitante e outro amor fracassado até que se livrou de todos os bens materiais, demitiu-se do emprego e partiu para uma viagem de um ano pelo mundo, sozinha. Nos últimos capítulos de Comer, Rezar, Amar, Liz Gilbert conhece o brasileiro Felipe. Naturalizado australiano e divorciado, ele vivia na Indonésia quando conheceu Liz, 17 anos mais nova – é ele o “coroa” da dedicatória do novo livro escrita em português até na edição de língua inglesa. “Perto do fim da viagem, encontrei Felipe, que havia anos morava sozinho e tranquilo em Bali. O que veio em seguida foi atração, depois uma lenta corte e, finalmente, para nosso espanto mútuo, amor”.

 

 untitledNão se apega não & Não se iluda não, por Isabela Freitas: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos. Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos. Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico. Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como ‘A Garota em Preto e Branco’. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe… Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo. Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de ‘Não se apega, não’. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.

 

livro a menina do vale 1 e 2 blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresA menina do vale 1 & 2, por Bel Pesce: Tem resenha no blog aqui e aqui. Confira!

 

 

 

 

livro girl boss blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheres#GirlBoss, por Sophia Amoruso: Sophia Amoruso passou a adolescência viajando de carona, furtando em lojas e revirando caçambas de lixo. Aos 22 anos ela havia se conformado em ter um emprego, mas ainda estava sem grana, sem rumo e fazendo um trabalho medíocre que assumiu por causa do seguro-saúde. Foi aí que Sophia decidiu começar a vender roupas de brechó no eBay. Oito anos depois, ela é a fundadora, CEO e diretora criativa da Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares, com mais de 350 funcionários. Além da história de Sophia, o livro cobre vários outros assuntos e prova que ser bem-sucedido não tem nada a ver com a sua popularidade; o sucesso tem mais a ver com confiar nos seus instintos e seguir a sua intuição. Uma história inspiradora para qualquer pessoa em busca do seu próprio caminho para o sucesso.

 

livro finanças femeninas blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresFinanças femininas, por Carolina Ruhman Sandler e Samy Dana: Todo livro de finanças parte do mesmo conceito: somos todos seres racionais, que pesam todas as consequências de seus atos antes de tomar qualquer decisão. Mas, se fosse assim, por que tanta gente não consegue evitar repetir a sobremesa, deixa a dieta sempre para segunda-feira e tira logo o cartão de crédito quando vê um vestidinho preto em promoção? Neste livro, os autores se propuseram a escrever um livro para mulheres reais, que têm seus sonhos, planos e dificuldades. Falam de impulsividade e consumismo, e dão dicas sobre como construir uma vida financeira equilibrada e saudável.

 

livro morando sozinha blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresMorando Sozinha, por Fran Guarnieri: “No dia em que eu saí de casa o meu pai me disse: ‘Filha, você tem dinheiro?'”Morar sozinha pode ser incrível. Mas para ter uma vida independente é preciso se planejar também. Em Morando Sozinha, a blogueira Fran Guarnieri ensina o passo a passo para ser feliz e não depender mais de ninguém, contando suas histórias engraçadas e inusitadas desde que decidiu sair de casa, aos dezoito anos. Saiba aqui como desde escolher o melhor lugar para morar até a como resolver problemas do cotidiano. Trocar o botijão de gás a cada século ou ir à padaria para comprar só um pãozinho pode ser divertido e inesquecível!

 

livro a mágica da arrumação blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresA mágica da arrumação, por Marie Kondo: se tornou um fenômeno mundial por apresentar uma abordagem inovadora para acabar de vez com a bagunça. Aos 30 anos, a japonesa Marie Kondo virou celebridade internacional, uma espécie de guru quando o assunto é organização. Seu método é simples, porém transformador. Em vez de basear-se em critérios vagos, como “jogue fora tudo o que você não usa há um ano”, ele é fundamentado no sentimento da pessoa por cada objeto que possui. O ponto principal da técnica é o descarte. Para decidir o que manter e o que jogar fora, você deve segurar os itens um a um e perguntar a si mesmo: “Isso me traz alegria?” Você só deve continuar com algo se a resposta for “sim”. Pode soar estranho no começo, mas, acredite, é libertador. Você vai descobrir que grande parte da bagunça em sua casa é composta por coisas dispensáveis. Prático e eficiente, este método não vai transformar apenas sua casa – ele vai mudar você. Rodeado apenas do que ama, você se tornará mais feliz e motivado a criar o estilo de vida com que sempre sonhou.

 

livro como eu era antes de você blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresComo eu era antes de você, por Jojo Moyes: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade – um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas – e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário. Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.

 

livro fim blog leitora na moda livros inspiradores escritos por mulheresFim, por Fernanda Torres: O público brasileiro acostumou-se a ver Fernanda Torres no cinema, no teatro ou na televisão .Com ‘Fim’, seu primeiro romance, ela consolida sua transição para o universo das letras. O livro focaliza a história de um grupo de cinco amigos cariocas. Eles rememoram as passagens marcantes de suas vidas – festas, casamentos, separações, manias, inibições, arrependimentos. Álvaro vive sozinho, passa o tempo de médico em médico e não suporta a ex-mulher. Sílvio é um junkie que não larga os excessos de droga e sexo nem na velhice. Ribeiro é um rato de praia atlético que ganhou sobrevida sexual com o Viagra. Neto é o careta da turma, marido fiel até os últimos dias. E Ciro, o Don Juan invejado por todos – mas o primeiro a morrer, abatido por um câncer. São figuras muito diferentes, mas que partilham não apenas o fato de estar no extremo da vida, como também a limitação de horizontes. Sucesso na carreira, realização pessoal e serenidade estão fora de questão – ninguém parece ser capaz de colher, no fim das contas, mais do que um inventário de frustrações. Ao redor deles pairam mulheres neuróticas, amargas, sedutoras, desencanadas, descartadas, conformadas. Paira também um padre em crise com a própria vocação e um séquito de tipos cariocas. Há graça, sexo, sol e praia nas páginas de ‘Fim’. Mas elas também são cheias de resignação e cobertas por uma tinta de melancolia.

 


E aí gostaram? Feliz dia para nós!! Beijos!! :*

Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda

Anúncios

Livro: [manual prático de bons modos em livrarias], de Lilian Dorea

Resenha Livro Manual Pratico de Bons Modos Em Livraria Lilian Dorea Blog Leitora na ModaLilian Dorea trabalhou em livraria por cinco anos. Completamente chocada com o que ouvia e vivia com os clientes resolveu criar um blog para compartilhar suas experiências. Ele está ativo, porém Lilian não posta mais nada há pelo menos dois anos.

O livro é pequeno, no formato de bolso 17x12cm, e traz para seus leitores dicas de como se comportar em uma livraria; transcreve diversas conversas hilariantes; tira dúvidas e indica sebos e livrarias, blogs e sites, e livros que falam sobre livros (fiquei de olho nessa parte porque quero todos!).

Bem delicado e de leitura rápida é um livro para animar uma tarde tranquila de domingo. É para todos, mas principalmente para quem “vive” na livraria, tanto livreiros quanto clientes, pois vão se identificar com algumas passagens. Então por favor, se você for cliente leia bem e não faça igual. Vamos ajudar os livreiros também, né? rsrs

Para vocês entenderam como é a escrita, deixo aqui embaixo duas citações:

[Que Rei Sou Eu?]

FREGUÊS: Por favor, tem CD do rei?

(Rei pra mim é só o Bukowski, mas vamos lá.)

LIVREIRO: O senhor procura CD do Roberto Carlos ou do Elvis?

FREGUÊS: Do Ray Charles mesmo.

Não basta ser livreiro, especialista em assuntos aleatórios, conselheiro, terapeuta e tantas outras coisas. Para trabalhar em livraria você precisa ser, antes de tudo, uma pessoa forte. (p.97)

Então, ficaram curiosas? Eu super indico! É uma leitura agradável e divertida!

Editora: Seoman Ano: 2013 Páginas: 232
Categoria: Crônia brasileira.

Beijos :*

Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda

Livro: O Alquimista, de Paulo Coelho (Edição Especial 25 anos)

livro o alquimista edicao especial paulo coelho blog leitora na moda

Se você já teve o mesmo sonho pelo menos duas vezes e não fez nada a respeito, deveria considerar ler esse livro, talvez seja a sua Lenda Pessoal

E justamente a possibilidade de realizar um sonho que torna a vida interessante.

O Alquimista conta a história de um pastor que ao ter um sonho repetidamente, resolveu procurar uma cigana. Ela lhe disse para ir atrás de seu tesouro. Tesouro? O rapaz decide realmente procurar, mas em algum momento começa a desconfiar e desistir; e é quando se depara com um velho que sabia tudo sobre sua vida, e lhe explicou que ele sempre aparece para pessoas que estão perto das suas Lendas Pessoais, mas por motivos bobos desistem. Sendo assim, o pastor decide vender suas cabras e vai rumo as pirâmides do Egito, onde está seu tesouro.

Se você sair prometendo o que ainda não tem, vai perder sua vontade de consegui-lo.

No meio da viagem o rapaz é roubado, fica sem nenhum tostão no bolso, mas depois consegue dinheiro suficiente durante um ano (de uma maneira que não vou contar qual). Após esse tempo, passa novamente pela sua cabeça desistir, mas algo acontece e ele foca novamente no seu objetivo.

Na caravana no qual ele está atravessando o perigoso deserto, ele conhece um inglês que fala de coisas que ele não entende muito, um tal de elixir e pedra filosofal. O pastor sempre gostou de ler, – sim, ele foi alfabetizado – porém não entendia nem um pouco os livros que o inglês levava com ele.

O inglês lhe disse que estava viajando para encontrar o alquimista que descobriu como transformar metal em ouro e queria aprender também.

Em um oásis o pastor conhece Fátima e se apaixona perdidamente por ela. Seria mais um desvio de seu sonho se Fátima não fosse uma mulher do deserto, como ela mesma se chama, pois já está acostumada a ver as esposas olhando para o horizonte esperando pela volta de seus maridos.

…o Amor nunca impede um homem de seguir sua Lenda Pessoal. Quando isso acontece, é porque não era o verdadeiro Amor…

Sendo assim, com muito custo, o rapaz decide seguir seu caminho e acaba tendo uma companhia inesperada, companhia essa que lhe ensina sobre a Alma do Mundo e o ajuda a chegar às pirâmides.

Só uma coisa torna o sonho impossível: o medo de fracassar.

Sim, ele consegue chegar as pirâmides, mas isso não é nem metade do que o livro representa.

Eu tive uma imensa dificuldade de escrever sobre esse livro, ele é tão detalhado que chegou num momento que eu não sabia juntar os fatos para começar a resenha. Acho que dei meu melhor e espero que vocês compreendam bem a ideia do livro.

Resumindo, todos os seres humanos tem a sua Lenda Pessoal – que poderíamos chamar toscamente de “desejo” – e que há vários fatores que os fazem desviar disso, e muitos acabam não chegando lá.

Muitas passagens do livro me fizeram pensar muito e balançar a cabeça positivamente, concordando. Por mais que não seja um auto-ajuda, no final das contas acaba sendo um, mas da melhor maneira possível.

Não importa o que faça, cada pessoa na Terra está sempre representando o papel principal da História do Mundo. E normalmente não sabe disso.

E alguém reparou que eu escrevi várias vezes “pastor” e “rapaz”, e não dei um nome ao homem? Pois é, é totalmente proposital, pois o livro também é assim, e só irá divulgar o nome no epílogo “Palavras finais”. Algumas sinopses trazem o nome dele, inclusive a que veio com esse livro, porém, eu sou tão lerda que não reparei (ainda bem) rs. Quando cheguei no final foi uma surpresa e um alívio descobrir. Então, dica: não procurem saber antes o nome do personagem, não leiam sinopses, a magia do suspense é boa! Acreditem! ;)

Essa edição especial de 25 anos do livro criada pela Sextante está um luxo. Esse livro maravilhoso realmente precisava de uma carinha nova e mergulhar novamente no mercado, nas livrarias e nas listas de mais vendidos (tenho certeza que vai, a editora está fazendo um trabalho magnífico de divulgação). Ele merece! Então se você ainda não leu, não perca essa nova oportunidade, não vai se arrepender!

Favorito! <3

Editora: Sextante Ano: 2015 Páginas: 176
Categoria: Ficção brasileira.

Inspire-se

Escritores: Hemingway / Blake / Borges / Malba Tahan / Oscar Wilde.


Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda

Biografias para ler no dia da saudade

Hey leitoras!!

Hoje é o dia da saudade e como eu estou nostálgica vim compartilhar com vocês livros que vão nos fazer querer voltar no tempo. Alguns de vocês podem não reconhecer todos, mas foram ícones de épocas e certamente vocês precisam ler esses livros. É uma seleção também do que quero ler!! Colocarei as capas e uma breve sinopse de cada. Alguns são mais velhos e talvez mais difíceis de achar, mas nada como procurar que nem uma louca em sebos por aí e na internet. Pretendo!! rsrs Confira abaixo a seleção para esse dia especial.

 

AUDREY_HEPBURN_LEITORA_NA_MODAAudrey Hepburn – Uma Biografia: Audrey Hepburn foi par romântico dos principais atores do cinema americano, entre eles William Holden, Humphrey Bogart, Gregory Peck, Fred Astaire, Gary Cooper, Cary Grant, Rex Harrison, Sean Connery. Esta biografia vai da infância na Holanda ocupada ao trabalho da Unesco no Terceiro Mundo e ao retiro na Suíça, onde morreu em 1993. No livro estão seus grandes filmes, os casamentos e as amizades da estrela que se afirmou pela suavidade e pela elegância.

BRIGITTE_BARDOT_BIOGRAFIA_LEITORA_NA_MODABrigitte Bardot – Biografia: Nesta deliciosa biografia, conhecemos a verdadeira Brigitte Bardot: mimada, complexada, voluntariosa e, ao mesmo tempo, talentosa, sensível, encantadora. É essa ambiguidade o verdadeiro atrativo da atriz, que conquistou o público, amantes e famosos diretores de cinema, antes de se recolher ao ostracismo auto imposto para cuidar dos animais. De femme fatale à figura polêmica na França, Lelièvre descortina a vida de uma das mulheres mais famosas do mundo, que ainda permanecia misteriosa para muitos. Em setembro de 2014, ano de publicação desse livro, Brigitte Bardot completou 80 anos. A autora já tem publicadas biografias de outros ícones franceses, como Sagan, Gainsbourg e Saint-Laurent.

EINSTEIN_UMA_BIOGRAFIA__LEITORA_NA_MODAEinstein: Uma Biografia: Um cientista genial, que mudou nossa concepção de mundo: Albert Einstein, figura fascinante, um homem ao mesmo tempo capaz de atitudes ingênuas e visionárias, repletas de lucidez. Esse livro nos leva a uma viagem ao passado, num verdadeiro mergulho em uma época de plena ebulição científica. Nesta viagem Jürgen Neffe é o guia, em busca de pistas que nos levem a conhecer uma das mais enigmáticas e importantes personalidades do século XX. Em um texto de leitura agradável e humana, o leitor é conduzido facilmente por caminhos aparentemente tão complexos quanto os conceitos de “dupla natureza da luz” e “linhas geodésicas”, procurando uma resposta à seguinte pergunta: Quais foram as paixões deste homem, um dos maiores gênios de todos os tempos, cujo trabalho reverbera até hoje no espaço-tempo da ciência?

JRR_TOLKIEN__O_SENHOR_DA_FANTASIA_LEITORA_NA_MODAJ. R. R. Tolkien: O Senhor da Fantasia: reconta a vida de Tolkien, autor de clássicos como a trilogia O Senhor dos Anéis e O Hobbit, e considerado um dos maiores autores de fantasia de todos os tempos. A biografia acompanha a vida e a trajetória do escritor, começando por sua infância na África do Sul, seguida do retorno da família para a Inglaterra. Os Tolkien estabeleceram-se em Birmingham, cidade que passava por uma rápida industrialização nos anos 1890, mas ainda era cercada por uma paisagem de tirar o fôlego. Este cenário que reunia e mesclava o coração industrial do Império britânico próximo a bosques e montanhas idílicas e selvagens foi determinante para as ideias e a escrita de Tolkien.

MARILYN_MONROE__A_BIOGRAFIA_LEITORA_NA_MODA
Marilyn Monroe – A Biografia: O aclamado biógrafo Donald Spoto teve acesso exclusivo a documentos antes sigilosos, e penetrou numa conspiração de silêncio para revelar Marilyn Monroe como ela realmente era. Nesse livro está o relato definitivo de sua vida e morte. A verdade. Finalmente.

 

Gostaram da seleção? Qual vocês já leram ou querem ler também?

Me conte nos comentários!!

Beijos!! :*

Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda

Livro: Se Eu Ficar – Gayle Forman

SE_EU_FICAR_1404309893BSe imagine nessa situação: você está em uma viagem de carro com a sua família, de repente acontece um acidente e todos morrem, menos você.

Pois é. Melhor nem imaginar, mas é isso que acontece com a personagem principal dessa narrativa. Mia está entre a vida e a morte e deve decidir se fica ou não.

Não é nenhum spoiler, isso acontece logo no início e a estória se passa a partir daí. Mia é a própria narradora.

Vamos conhecer mais dos personagens.

Mia é uma adolescente amante de música clássica, o que é o oposto dos pais que adoram rock. Então pode esperar por muitas citações de músicas e bandas nesses estilos. Quando pequena se interessou por violoncelo e eles apesar de não entenderem o gosto da filha, sempre a apoiaram. Ela tem um irmão mais novo chamado Teddy e seu sobrenome é implicância. Todos amam café (segredo: para o Teddy sem cafeína) e em datas especiais (ou não) adoram comer panquecas no café da manhã .

O livro intercala presente e passado. Quem não gosta desse tipo de narrativa vai achar um pouco arrastado, mas é compreensível já que o livro começa com um fato dominante, e é necessário explicar e cativar o público com seus personagens que mal foram apresentados. Assim conhecemos outros familiares de Mia, seus amigos e principalmente seu namorado Adam, integrante de uma banda de rock.

O livro em si não nos traz um final prolongado, pelo menos não qual o leitor espera, e é por isso que você vai ficar curiosa para ler logo o segundo volume intitulado Para Onde Ela Foi. Dica: vem com o primeiro capítulo no final.

Editora: Novo Conceito Ano: 2014 Páginas: 224
 Categoria: Ficção norte-americana.

Se Eu Ficar foi adaptado para o cinema e você pode conferir os trailers oficiais abaixo: (e também pode ler uma entrevista no próprio livro com a atriz que interpreta a Mia, Chloë Grace Moretz).


Para se Inspirar:

As pessoas chamavam a minha mãe de vaca com frequência, provavelmente porque ela tinha dificuldades de segurar a língua e conseguia ser brutalmente grosseira quando discordava de alguém. Minha mãe explodia feito uma tempestade de verão, e depois se acalmava. De qualquer modo, ela não se importava que as pessoas a chamassem de vaca. – É só um jeito diferente de me chamar de feminista – dizia ela com orgulho. (p.61)

Bem, eu queria morar em Nova York e ter pais normais. Mas é como dizem por aí: “Não se pode ter tudo o que se quer”. (p.97)

Percebo agora que morrer é fácil. Viver é que é difícil. (p.145)

Às vezes você faz escolhas na vida e outras, as escolhas vêm até você. (p.159)

O quase não importa. É preciso encarar a situação real, do jeito que ela se apresenta no momento presente. (p.162)

[…] tive a sensação de que eu estava caminhando sobre uma areia movediça e que se desse mais um passo não haveria como me livrar dela e então, me afogaria de vez. (p.166-167)

Todo relacionamento tem suas dificuldades. Assim como a música, às vezes se tem harmonia e outras, cacofonia. (p.174)

Música: Suítes, de Bach e Shostakovich / Alice Cooper / Ramones / NPR / Frank Sinatra / Jonathan Richman / Sonata para violoncelo n°3, de Beethoven / Sonata de Vivaldi / Valsa da fada lilás e Pezzo capriccioso, de Tchaikovsky / Le gran tango e Andante con poco e moto, de Yo-Yo Ma / Cavalgada das valquírias ou As quatro estações, de Wagner / Coltrane / The mission, de Ennio Morricone / Debbie Harry / Kathleen Hannah / Patti Smith / Joan Jett / Courtney Love / Lucinda Willians / Kim Gordam, da banda Sonic Youth / Cat Power / Joan Armatrading / Velvet underground / Weezer / Something in the way, do Nirvana / Girlfriend in a coma, dos Smiths / Enya / Melvins / Earth / Wind Beneath my wings / Amazing Grace / Three little birds, do Bob Marley / The Mr. T Experience / P.s. you rock my world, da Eels / Réquiem, de Mozart / Fire and rain, de James Taylor / Rat Pack / Blondie / The Clash / Wipers.

Livros: O sol é para todos, de Harper Lee / A escolha de sofia, de William Styron / O mágico de oz, de L. Frank Baum / O grande gatsby, de F. Scott Fitzgerald / Charlotte’s web, de E.B. White / O senhor das moscas, de William Golding.

Filmes: American pie / Ghost / A felicidade não se compra / O fugitivo.

Produto: Skittles.


Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda

Livro: A Garota no Trem – Paula Hawkins

Resenha - Livro - A Garota no Trem - Paula Hawkins  - Blog - Leitora na Moda A pessoa curiosa que sou fez eu ler esse livro de uma maneira compulsiva, então já dá para perceber o quanto esse thriller psicológico é viciante! O livro é narrado por três principais personagens: Rachel, a passageira do trem; Megan, a vítima; e Anna, vizinha de Megan e esposa do ex marido de Rachel. A estória varia entre passado e presente e por isso cada capítulo começa com uma data específica.

Rachel sempre pega o trem para Londres às 8h04 e sua mania é olhar para sua antiga vizinhança. Detalhista como é, consegue imaginar a rotina das casas ao redor, mas uma é especial: a de uma família feliz. Para ela, Jess e Jason é um casal perfeito com a vida tranquila, tudo o que queria que seu casamento proporcionasse. Porém sua realidade não é bem essa, ela não consegue superar o fim de seu casamento com Tom que a trocou pela amante, Anna. O novo casal teve uma filha e continuaram morando na mesma casa que Rachel morava. Ela põe a culpa desse desastre no casamento nela mesma, pois bebia muito e não se lembrava do que fazia na maioria das vezes. Ela acreditava ser feliz, com um marido maravilhoso, até que tudo acontece. Após o fim do casamento ela vira alcoólatra, perde o emprego e ainda vai morar de favor na casa de uma amiga.

Jess e Jason, na verdade, se chamam Megan e Scott, e realmente tinham tudo para ter uma vida boa, mas Megan tem um histórico que a persegue instintivamente. Um dia, de dentro do trem, Rachel vê algo estranho e fora do normal na casa desse casal.

Logo sai a notícia de que Megan desaparece sem deixar pistas, e o que parece ser fácil de solucionar para Rachel, acaba sendo a maior confusão de sua vida.

Uma pausa para o respiro: #@$%!!!! Ainda vou ler um livro que eu antecipe o culpado. Sério! haha Eu adorei, até me convenci que esse é o tipo de livro que eu mais gosto porque são os que eu mais leio rápido, mas a verdade é que eu sou curiosa mesmo e não fico calma até que o caso seja solucionado. rs

O que mais surpreende nessa estória é que parece ser verídica. Você termina o livro com a sensação de que  aconteceu com alguém perto de você ou que pode acontecer a qualquer momento.

Aliás, será que minha vizinha precisa de uma ajuda? Será que ela é mesmo feliz? Preciso me apresentar para a Rachel

Editora: Record Ano: 2015 Páginas: 377
Categoria: Ficção inglesa.


Para se Inspirar:

Rachel:

Sol a pino, céu claro, ninguém para me fazer companhia, nada para fazer. Viver assim, como vivo hoje, é mais difícil no verão, quando o dia é mais longo e o abrigo da escuridão da noite é curto, quando há tanta gente na rua, a felicidade estampada no rosto. Isso é tão cansativo, e deixa a gente se sentindo mal por não fazer parte daquilo. (p.13)

Quem foi que disse que fazer o que manda o coração é uma coisa boa? É puro egocentrismo, um egoísmo de querer tudo. (p.44)

A sensação é de estar voltando ao lar: não um lar qualquer, como o da infância, um lugar há muito deixado para trás; é a familiaridade de subir a escada sabendo qual degrau vai ranger. (p.82)

Portanto, sou uma idiota. Estou acostumada com isso. Não preciso continuar a ser uma, preciso? Não mais. Fiquei aqui deitada a noite toda e prometi para mim mesma que vou tomar as rédeas da situação. (p.302-303)

Megan:

De qualquer maneira, não posso correr o risco de revisitar o passado, essa é sempre uma péssima ideia. (p.29)

Só sei que, num minuto estou funcionando feito um relógio e a vida é bela e nada me falta, mas, no outro, não vejo a hora de fugir; não consigo parar quieta, pareço uma barata tonta. (p.33-34)

Os buracos na sua vida são permanentes. É preciso crescer ao redor deles, como raízes de árvore ao redor do concreto; você se molda a partir das lacunas. (p.114)

Anna:

Não há nada mais doloroso e corrosivo que a desconfiança, a suspeita. (p.307)

Bandas: The Killers / Kings of Leon.

Produtos: Relógio Breitling / Roupas de ginástica Sweaty Betty / Nescafé / Avental Orla Kiely / Vestido Max Mara / Vestido de flores vermelhas e brinquinhos de prata em forma de pássaros.


Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda

 

Livro: Por Um Toque de Ouro – Carolina Munhóz

Resenha - Livro - Por Um Toque de Ouro - Carolina Munhóz - Blog - Leitora na ModaQuem conhece um pouco das lendas e mitos da Irlanda certamente sabe que a nova trilogia da Carolina Munhóz foi inspirada nelas, pois vem no nome: Trindade Leprechaun.

O Leprechaun é um doende, e não precisa ir tão longe para saber que eles são conhecidos por guardarem ouro em potes no final do arco-íris.

E foi com esse mito e a cidade de Dublin que foi criado Por Um Toque de Ouro. E confesso que essas são as duas razões pelas quais fiquei maluca para lê-lo.

A narrativa é em terceira pessoa e a personagem principal é a irlandesa Emily O’Connell. Filha de pais riquíssimos, ela sempre teve do bom e do melhor em sua vida, e como se não bastasse, tem uma sorte de dar inveja. Quando ela começa a perceber que essa sorte é exagerada, surge Aaron Locky, quem irá solucionar suas dúvidas e bagunçar seu coração e sua vida.

Algumas pessoas ainda não estão preparadas para seus destinos (p.66)

Aaron diz que também é rico e muito sortudo. Ele conta que é um Leprechaun, assim como Emily!! Eles passam dias conversando sobre isso. Tudo seria perfeito se esse poder não pudesse ser roubado, mas pode, e é por essa razão que Aaron quer ficar ao lado dela. Como Emily não sabia de nada até então, ele quer ter sua confiança e ser seu escudo. Emily se apaixona, e acredita que eles serão mais fortes juntos para se defenderem dos perigos que estão por vir.

Em truques de sedução, queimar-se era um risco. (p.104)

Adorei ler esse livro! Além de ter uma narrativa super envolvente e cheia de mistérios, deu para conhecer mais sobre esse país lindíssimo, pois em cada lugar de Dublin que os personagens passavam, a autora se preocupou em contar os detalhes e a história. Prepare-se para conhecer a Trinity College, o Dublin Castle, a Catedral de St. Patrick e a Catedral da Santíssima Trindade, passar pelo Rio Liffey e a ponte Samuel Beckett. Recomendo muito, principalmente se você, assim como eu, é louco para conhecer a terra dos leprechauns. :)

Editora/Selo: Fantástica Rocco Ano: 2015 Páginas: 270
Categoria: literatura infanto-juvenil/fantasia.

Para se Inspirar:

Autores: Samuel Beckett / Jonathan Swift (As viagens de Gulliver) / James Joyce (Finnegans Wake).

Filmes: Perfume de Mulher / O Duende / Bonequinha de Luxo / O Hobbit.

Programa de TV: Scandal.

Música/Cantor: Summertime Sadness, da Lana Del Rey / Enya.

Para saber mais sobre os itens acima, clique nos nomes em destaque.


Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda

Legend – Marie Lu

Imagem Livro Legend - Marie Lu - Blog Leitora na Moda

Editora: Rocco
Ano: 2014
Páginas: 255
Categoria: Ficção infantojuvenil americana
Título Original: Legend

Minha Avaliação: 3 (Bom!)
Avaliação no Skoob hoje: 4.5

 
 
 
Bom dia, galera!!

Confesso que demorei mais do que eu queria lendo esse livro, até porque ele nem é grosso, nem nada. Eu apenas fiquei procrastinando!

Legend é uma distopia que infelizmente não me conquistou muito, apesar de ter uma historia legal e tudo mais. Não sei se era eu que não estava no clima ou se realmente o livro não conquista os leitores!

Bom, na história, existe uma praga, um garoto chamado Day que aos seus 15 anos já é um criminoso procurado pela República e uma menina prodígio que trabalha para essa República e é muito respeitada, seu nome é June e ela tem apenas um irmão como família, já que seus pais morreram em um trágico acidente.

O destino desses dois jovens se cruzam quando o irmão de June, Metias, é assassinado e todos acreditam ser Day o responsável.

Os capítulos são intercalados entre os dois personagens principais e eu achei super bacana. Assim, dá para conhecer e avaliar os dois lados da narrativa!

A autora Marie Lu conseguiu reunir sentimentos do ódio ao amor de uma só vez! E isso que me deu vontade de terminar o livro!

Apesar de não tem me apaixonado por Day e June, como aconteceu com Tris e Quatro, sinto que esse meu sentimento pode mudar no segundo livro da trilogia, Prodigy! Eu realmente espero isso, gosto de me sentir parte da vida dos personagens e me emocionar com eles.

E vocês? Gostaram?

Beijos e até o próximo post.

IMG_5901

IMG_5904

IMG_5906

IMG_5909

IMG_5903

IMG_5912

IMG_5902

Postado Por Dany Rocha Blog Leitora na Moda

Caixa de Pássaros – Josh Malerman

Imagem Livro Caixa de Pássaros - Josh Malerman - Blog Leitora na Moda

Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Páginas: 272
Categoria: Ficção Americana
Título Original: Bird Box

Minha Avaliação: 5 (Ótimo!)
Avaliação no Skoob hoje: 4.2

 

Esse livro tem a narrativa intercalada entre o passado e o presente da vida da personagem e isso deixa a leitura muito mais interessante, pois a cada capitulo, a cada virada de pagina você fica querendo saber mais e isso faz com que seu coração bata mais rápido. Definindo em apenas uma palavra, eu digo: Eletrizante!

Em um dia, de repente, coisas estranhas começam a acontecer ao redor do mundo Malorie se viu enfrentando perigos inimagináveis! Ninguém sabe porque, nem o que acontece. Só sabem que nesse novo mundo para garantir a sobrevivência é necessário não abrir os olhos.

O passado é contado de forma detalhada e começa no momento em que Malorie descobre que está grávida nesse mundo doido que foi dominado por criaturas não identificadas que conseguem enlouquecer o ser humano quando esses olham para elas, até o momento que Malorie se arrisca a sair de casa, com duas crianças vendadas a procura de um novo lar. Ela conta como foi a sua vida depois do que aconteceu, ou seja, como ela conheceu Tom, Felix, Jules e entre outras pessoas.

As crianças foram treinadas desde o nascimento para aguçar os outros sentidos, principalmente o da audição, e acima de tudo a nunca abrir os olhos. Por esse motivo, são elas que ajudam Malorie não grande jornada em busca de um lugar seguro.

Caixa de pássaros é um suspense arrepiante, que consegue mexer com todos os seus sentidos. Você conseguiria viver vendado e com medo da morte? Será que realmente existe criaturas a espreita? Vale a pena correr o risco e olhar? É essa a discussão que o autor nos traz, além de um assunto muito importante: A confiança no próximo. Despertando todos os tipos de emoção, fazendo você sentir na pele o medo de viver desse jeito, acredito que o livro me surpreendeu.

Enquanto eu lia e desvendava alguns mistérios eu já imaginava que não haveria um esclarecimento plausível para os acontecimentos. Até porque, como você explica algo que não pode ver sem correr o risco de morrer? Por isso, o final de Caixa de Pássaros não me decepcionou. Deixa uma lacuna aberta para ser explorada para você imaginar e sentir o mesmo medo que os personagens.

Gostaram?

Até o próximo post, galera!

Beijos. beijos.

IMG_5053

IMG_4997

IMG_5047

IMG_5041

IMG_5006

IMG_5042

Postado Por Dany Rocha Blog Leitora na Moda

A Menina do Vale 2 – Bel Pesce

Resenha Frases e Fotos - Livro A Menina do Vale 2 - Bel Pesce - Blog Leitora na ModaEditora: Leya
Ano: 2014
Páginas: 126
Categoria: Empreendedorismo
Título Completo: A Menina do Vale – Seja um empreendedor responsável e saia na frente

Minha Avaliação: 5 (Ótimo!)
Avaliação no Skoob hoje: 4.1

 

A continuação de A Menina do Vale foi uma surpresa. Da mesma forma que o primeiro, é de leitura leve e fluida, o que te fará chegar às últimas páginas bem rápido! O que mais me impressionou: as informações se completam e vão bem mais além do que o primeiro livro. Em A Menina do Vale 2, Bel Pesce abrirá sua mente. Dará dicas novas e interessantes que te conduzirão desde o início de sua carreira. Sabe o que é o melhor? Mesmo que você não queira entrar nesse ramo do empreendedorismo poderá utilizar essas informações para a própria vida, do jeito que for. Eu senti isso, adorei!

Bel é direta: “empreender é igual a responsabilidade”.

Ela vai tirar o seu medo de fracassar, pois sabe que é caindo que se aprende. Na hora de se levantar, você trará a experiência consigo. Se ninguém nunca fez aquilo, não há um roteiro de sucesso definido.

No livro ela ensina como usar um diário para anotar tudo o que é importante, como o que você aprendeu no dia e de que forma pode utilizar na sua vida, coisas para fazer, não esquecer, entre outras. Quer dar uma olhada no diário dela? Veja vídeos compartilhados em http://www.caderninhodabel.com

FazINOVA é a empresa que ela abriu quando voltou para o Brasil. No livro a Bel também conta sua experiência com ela e deixa dicas de como esse negócio dá certo. A empresa é voltada também para antigos e futuros empreendedores, os que querem aprender sempre mais e aqueles que não sabem por onde começar. Lá você encontrará cursos gratuitos que valem a pena. Afinal, ela é como Bill Gates – fundador da Microsoft – acredita no modelo de negócio aberto! Foi assim com os seus livros e está sendo com a empresa. Para conhecer mais visite: http://www.fazinova.com.br

Outro motivo para eu ter gostado mais desse livro é que você pode encontrar até dicas de ferramentas de negócio para ajudar na prática. Ou seja, não tem apenas motivação como o primeiro, mas como se faz.

Para mim, A Menina do Vale 1 e 2 é o kit perfeito, um não pode viver sem o outro. Alguns vão querer fazer a média para saber minha avaliação, e claro, chegar a conclusão errada de 4 estrelas, porém, os dois juntos são CINCO ESTRELAS com certeza! (Hey editora, por que não lança uma edição especial integral?) #fikdik

Entre os lançamentos desses dois, a autora lançou o Procuram-se Super-Heróis – Multiplique seus poderes e desenvolva habilidades, e eu também já comprei a versão física. Esse ainda não li, mas pretendo fazer isso em breve!

Vou deixar uma dica aqui que não contei no primeiro post. Esses livros ainda são disponibilizados em versão online. Então se você preferir, pode baixá-los na internet de graça. São os links:

A Menina do Vale: http://www.ameninadovale.com/volume1/

A Menina do Vale 2: http://www.ameninadovale.com/volume2/

Procuram-se Super-Heróis: http://www.procuramsesuperherois.com.br/

Vocês sabem que gosto de ler livros físicos, por isso compro todos os que quero ler, mas esse não foi o único motivo agora, pois os impressos sempre vem algo a mais que esses onlines não têm. ;)


Para se Inspirar:

O próprio trabalho pode te ensinar novas habilidades, mas escolher algo que não tem a ver com o que você faz muito bem pode ser uma má decisão. O negócio tem que ajudar você a alcançar suas metas de vida, e suas habilidades pessoais devem potencializar o negócio. Quando você encontra um trabalho que cabe nessa equação, os resultados aparecem com muito mais naturalidade. (p.29)

Você aprende que a missão de algumas pessoas na sua vida é puramente mostrar o que você não quer para você. (p.39)

O verdadeiro valor do conhecimento está nas pessoas que realmente aprendem como usá-lo. (p.55)

Mas a sorte só ajuda quem abre as portas para ela […] E a sorte só ajuda os preparados. (p.60)

Mas quando você não confia em si mesmo, sua vida se torna uma eterna espera de que alguém solucione as coisas no seu lugar. E o que acaba acontecendo é que você deixa de viver. (p.82)

Livros: A Startup Enxuta, de Eric Ries.

Para saber mais sobre o item acima, clique no nome em destaque.


 

 

Postado Por Thay Rocha - Blog Leitora na Moda